Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 17 de março de 2010

Entrevista com Claúdio Torres autor da "Bíblia do Marketing Digital"

claudiotorrespugnusA Internet cresce muito rapidamente no Brasil. O Comitê Gestor de Internet no Brasil (CETIC) mostra que já estão presentes na rede mais de 90% da classe A, 75% da classe B e cerca de 50% da classe C brasileira. Usar a Internet nos negócios não é mais uma questão de escolha, é uma questão de sobrevivência. Confira entrevista sobre o assunto com Claudio Torres, autor de “A Bíblia do Marketing Digital”, publicação que esteve entre os 10 livros de Marketing mais vendidos em 2009. Claudio é consultor em Marketing Digital e redes sociais pela Infobot, empresa focada em Mídias Sociais e Publicidade Online.

Por que tantas empresas ainda resistem em investir fortemente em ações de marketing e publicidade na Internet?

Porque a maioria das pessoas ainda não entendeu como utilizar a Internet a favor dos seus negócios. O crescimento da Internet no Brasil é vertiginoso e as empresas e agências de publicidade e comunicação não tiveram tempo para se estruturar. Poucas empresas aproveitam com eficiência a Internet em seus negócios; muitas empresas brasileiras não têm sequer um bom site, e a maioria não tem uma estratégia de marketing digital.


Quais foram as significativas mudanças provocadas pela internet?

A Internet teve dois momentos. Primeiro surgiram os sites e portais, que permitiram que grandes empresas e veículos de comunicação fornecessem informações sobre produtos e serviços ao consumidor. Esta fase durou até meados de 2000, e foi sepultada com a quebra da bolsa Nasdaq, e foi o fim de muitas empresas de Internet. Após este período, começaram a surgir novos modelos de uso da Internet, com o surgimento dos Blogs, da Wikipédia, do YouTube, do Orkut, e mais recentemente do Twitter, que criaram um modelo mais participativo, onde o internauta é ao mesmo tempo produtor e consumidor de informação. Com isso a Internet deixou de ser somente utilizada pelo consumidor com uma mídia qualquer, e passou a ser comandada por ele.


Qual é a força da internet hoje, como meio de comunicação?

No Brasil, o uso da Internet ganhou força a partir de 2006 e em 2009 já tivemos mais de 24% da população brasileira acessando a Internet. Isso representa 90% da classe A, 75% da classe B e mais de 50% da classe C. O consumidor brasileiro já passa três vezes mais tempo na Internet do que assistindo televisão. Não há mais como pensar em ações de comunicação sem considerar a Internet. Para um quarto da população brasileira ela é a mídia principal. Mas a Internet é uma mídia diferente. Não basta usar o material de propaganda. A comunicação no marketing digital tem que se basear em informação, entretenimento e relacionamento.


Que dicas você pode dar para um empresário que ainda não realizou nenhuma ação na internet?

Primeiro pense sempre em interatividade. Pense em oferecer algo útil e relevante para o seu consumidor. Algo que ele aprecie e valorize. O paradigma do marketing e da publicidade é enviar sua mensagem para milhões de pessoas. O paradigma na Internet é falar com milhões de pessoas, como se estivesse falando com cada uma individualmente. Ao criar ações que busca atender o consumidor on-line, com informação, entretenimento e relacionamento, você está criando um importante ativo para sua empresa.


Quais os requisitos necessários para ter uma bem sucedida campanha de marketing digital?

O marketing digital depende de duas coisas fundamentais: conhecimento do seu público-alvo e planejamento. Como a Internet é um universo imenso de possibilidades, você não pode se fixar nas tecnologias, sites ou a rede social da moda. Você tem que criar um planejamento que atenda ao curto, médio e longo prazo e que sirva como guia para definição de suas campanhas. Eu divido o planejamento do marketing digital em 7 etapas: marketing de conteúdo, marketing nas mídias sociais, e-mail marketing, marketing viral, publicidade on-line, pesquisa on-line e monitoramento.

A PUGNUS, agência de comunicação e consultoria de Franca-SP, oferece serviços de criação e otimização de sites, bem como a produção de conteúdo e a atualização das páginas virtuais corporativas.


Fonte: Raquel Barros (Publicitária) e Cláudia Rebouças (Jornalista, Publicitária)

Nenhum comentário:

Postar um comentário